Artigos Nintendo Opinião

O que achamos do Nintendo Switch? Nossas impressões, opiniões e previsões.

Depois de uma semana do anúncio do Nintendo Switch, muitas revelações, segredos e rumores, tivemos tempo o suficiente para digerir o anúncio. Por trás de todo aquele pessoal jovem e feliz, música chiclete e Koreanos de eSports, eis o que achamos do anúncio:

Raphael Bonelli

“Curioso para ver como a Nintendo irá apresentá-lo ao mercado. Por enquanto, parece insistir no marketing de que é um console que pode ser levado por aí. Para mim, parece mais um portátil que pode ser conectado a TV – concorrente com os dispositivos mobile que hoje dominam o mercado. Em termos de gameplay, está longe de ser uma inovação como o Wii ou o Wii U, mas oferece características interessantes para quem viaja muito sozinho ou a família. O apoio das thirdies parece que será fundamental para o sucesso da máquina.”

nintendo_switch_2-0-0

Helton L. Moreira

“Apesar de não termos muitas informações, o conceito apresentado é bem interessante. De qualquer forma, não acredito que o Switch gere apelo suficiente para conquistar um público massificado como ocorreu com o Wii. No momento a ergonomia dos controles também me chama a atenção, principalmente quando utilizamos “metade” de um controle para o multiplayer. De qualquer modo não será a primeira impressão que fará deste console um sucesso, e sim jogos. A Nintendo parece estar trabalhando para conquistar o apoio das publishers, o que pode ser determinante para o futuro do novo console, mas este sucesso também é dependente de outro fator muito importante: Potência e configuração de hardware.”

Luiz Belonio

“Não impressionou. Nada ficou claro e temos um portátil que não serve de console de mesa. A Nintendo precisa mostrar mais e esses quase 3 meses até as novas informações chegarem, pra mim foi tudo cortina de fumaça.”

Eward Bonasser Jr.

“Switch foi pra mim um misto de euforia e cautela. Os vídeos e a proposta são muito interessantes, o receio é que pra mim, ele parece ser uma versão que vai oferecer o que o Wii U tentava ser, jogar com ele na telinha ou telona não tendo problema com distância da base. Pensando dessa forma, me decepciona um pouco a Nintendo não tentar se aproximar mais de suas concorrentes, não é que eu queira que ela faça a próxima cópia do XBox ou do PS4, mas é que pra receber apoio de desenvolvedoras de jogo, facilitar pra eles é tudo, e se eles tiverem o mínimo de dificuldade em desenvolver um multiplataforma que envolva contratar mais gente pra lançar uma versão “piorada”, certamente influencia no abandono do console. Por outro lado, analisando como um portátil (apesar do tamanho), vai ser bem legal, gosto muito do vita apesar da falta de jogos, se a Nintendo conseguir manter a excelência em portáteis como sempre fez, será um excelente aparelho.”

3145613-screenshot2016-10-20at7-09-16am

Matheus Boni

“O conceito do Switch é interessante. Um console que dê a liberdade para se jogar no conforto da TV ou na praticidade de carregá-lo para qualquer lugar se adéqua muito aos meus hábitos. Poder continuar um jogo de grande escopo em uma viagem ou até mesmo em qualquer cômodo da minha casa será excelente. A posição do analógico na mão direita e falta de um D-Pad tão pouco me agradaram. Porém, infelizmente, isso é tudo que se pode avaliar pelo vídeo. Situações como falta de jogos, tempo de bateria e uma arquitetura de rede ruim, podem minar qualquer chances da Nintendo de voltar a ser relevante no mercado de games. De qualquer forma, só consigo ver a mudança de postura e abordagem da Nintendo neste momento com bons olhos. Foco em público mais adulto, utilização de tecnologia de maior aceitação (em referência ao Tegra da NVidia) e uma abordagem mais convencional de gameplay são sinais de que a Nintendo aprendeu com o desastre do lançamento do Wii U, e se isso é o que temos de concreto no momento, me mantenho bem otimista.”

Isso é o que a equipe se permite refletir em cima de um video de 3 minutos e muita especulação. Mas a espera será menor do que o intervalo de divulgação do Projeto NX ao anúncio do Switch, já que a Nintendo fará uma apresentação no dia 12 de Janeiro para revelar mais informações do console. Ficaremos ligados a cada atualização!

Gamer e músico, fascinado por RPGs, Rush, Shmups, Deep Purple, Action-Adventures e trilhas sonoras de jogos. Um dos seis do doze.