Notícias Xbox

Xbox Game Pass poderá mudar a cara do mercado de Games "Netflix dos Games" da Microsoft está saindo da fase de testes e prestes a ser lançado.

Atualmente em fase de testes entre usuários selecionados, o Microsoft Game Pass é um sistema no qual o jogador irá pagar uma taxa mensal para ter acesso a diversos jogos de Xbox One e Xbox 360. O alpha do sistema será encerrado no dia 28 de abril e a mensagem de agradecimento aos usuários que participaram do teste revela que o Game Pass estará disponível a todos nesta primavera (nosso outono).

Similar ao Netflix, no Xbox Game Pass o jogador paga uma taxa (atualmente, de 10 dólares mensais) para ter acesso a um catálogo de mais de 100 jogos de Xbox One e Xbox 360 (através da retrocompatibilidade). Diferente do sistema Playstation Now, da Sony, o Xbox Game Pass não funciona via streaming, permitindo que o jogador baixe o jogo em seu console, reduzindo quaisquer problemas com latência ou conexões lenta de internet.

Estes são os jogos disponíveis para os usuários da fase alpha:

  • Fable III
  • Gears of War: Ultimate Edition
  • Halo 5: Guardians
  • Lego Batman
  • Mad Max
  • Mega Man Legacy Collection
  • NBA 2K16
  • Payday 2
  • Saints Row IV Re-Elected
  • SoulCalibur II
  • Tekken Tag Tournament II

Não é fácil envolver e negociar com os desenvolvedores e publishers um sistema de licenças diferenciado (ferramentas como o Spotify e Netflix vivem em constante negociação com as gravadoras e produtoras de cinema) – pois muitas vezes é difícil o processo de sair da zona de conforto oferecida por um modelo que está há anos no mercado. Mas se a Microsoft conseguir disponibilizar um catálogo realmente atraente de jogos no Xbox One, o Game Pass pode ser um divisor de águas na forma como adquirimos jogos. Mesmo que não ofereça imediatamente aqueles lançamentos mais desejados, o sistema poderá permitir que jogador acesse centenas de títulos que – dependendo de compra – poderiam ser ignorados.

Desde o lançamento do Xbox One a Microsoft vinha flertando com mudar a forma como os jogos chegam aos jogadores, mas problemas com a comunicação e dúvidas quanto a como este sistema funcionaria geraram uma imediata rejeição por parte do público e subsequente desistência da empresa. Agora a Microsoft renova este interesse com iniciativas como o Play Anywhere e o Xbox Game Pass.

O final da primavera no hemisfério norte está logo ali (oficialmente, o último dia é 20 de junho), então em breve conheceremos melhor o Xbox Game Pass. Será esta a ferramenta que a Microsoft precisa para encurtar a distancia de vendas em relação ao Playstation 4?

Fonte: Gamespot

Designer por profissão e gamer de coração, Raphael é apaixonado por jogos que sejam imersivos e permitam que ele se esgueire por trás de seus inimigos, eliminando-os de forma silenciosa e impiedosa.