E3 2017 Nintendo Opinião PC Playstation Xbox

E3 2017: Bethesda E3 Showcase Ninguém fica de fora: uma novidade para cada franquia

Com o tema Bethesdaland, um parque de diversões com opções para todos os gostos, a Bethesda Softworks não deixou ninguém de fora em seu evento. Se você curte muito alguma das grandes franquias da empresa, certamente tem alguma novidade para ela.

Em um clima divertido e descontraído, a Bethesda abriu seu evento com desenvolvedores e seus filhos, falando sobre a paixão de trabalhar com games. Crianças falando espontaneamente sobre a profissão dos seus pais e mães, não tem como ficar mais fofo.

Alguém Voltou a Falar de VR

Se você achou que a Realidade Virtual havia ficado nos anos anteriores e que ninguém falaria sobre ela este ano, a Bethesda resolveu insistir no assunto com duas novidades:

Doom VFR coloca o jogador dentro da pele do protagonista, descendo chumbo nos demônios. Para evitar os problemas de enjoo, o deslocamento do personagem é feito através de “teleporte”, marcando um local do cenário e se movendo imediatamente para ele. Ainda assim, pelo vídeo, o jogo não parece compassado ou lento. Do contrário, oferece um ritmo bastante frenético e com muitos inimigos.

Já Fallout 4 oferece uma experiência completa. Em vez de uma experiência curta e alternativa, a Bethesda permitirá que você jogue as centenas de horas do título em realidade virtual, do começo ao fim. Será uma prova de fogo para a tecnologia, testar se é possível aproveitar experiências realmente longas com ela – mas se algum lugar do universo dos games pode ser interessante para se mergulhar em 3D e VR, este lugar é a Boston de Fallout 4.

Para não deixar os fãs de MMORPG de fora, a Bethesda anunciou a expansão Morrowind para Elder Scrolls Online, com novas locações e missões para os jogadores.

E como é impossível falar de Elder Scrolls e Fallout sem mencionar os mods, a empresa aproveitou para anunciar o Bethesda Creation Club, que reunirá modificações criadas tanto pelos desenvolvedores da empresa quanto os melhores membros da comunidade que poderão ser adquiridas através de uma moeda própria. Sem deixar claro se este processo envolverá microtransações ou se haverá a opção de se obter esta moeda in-game, parece que a Bethesda viu a comunidade de modificações crescer absurdamente nos últimos anos e percebeu que pode capitalizar mais em cima do processo. O futuro dirá a reação da comunidade em relação a isto – se os jogadores realmente estão dispostos a pagar por mods ou se a alto volume e consumo de modificações passa pela gratuidade do sistema.

Elder Scrolls Legends, o card game eletrônico baseado no universo de Tanriel também marcou presença com o anúncio da expansão Heroes of Skyrim, que trará para o jogo elementos do último título da franquia. Além disto, para quem gosta está sempre em movimento, o card game estará disponível em breve para Android e iPad.

Unindo os temas Skyrim e movimento, temos o Nintendo Switch aparecendo na conferência. Como esperado, Elder Scrolls: Skyrim estará disponível para o portátil da Big N. Ainda não temos uma data de lançamento, mas o título contará com controles de movimento e o amiibo do Link pode ser utilizado para liberar as roupas e armas do personagem no jogo. Master Sword for the Win!

Possivelmente o anúncio mais inesperado do evento, Dishonored deu as caras com um novo jogo – uma surpresa em virtude das críticas mistas recebidas pelo jogo anterior. Com o nome de Dishonored: Death of the Outsider, a sequência coloca o jogador na pele de Billy Lurk, a segunda em comando do assassino Doud na expansão Knife of Dunwall e capitã do Dreadful Wale em Dishonored 2. Infelizmente, não temos qualquer imagem de gameplay, mas sabemos que o jogo contará com a presença de Doud e a missão do jogador será assassinar ninguém menos que o Outsider, a entidade sombria e manipuladora que é presença constante na série. Lançamento previsto para 15 de setembro.

 

Quake Champions está em beta fechado, mas já recebe novidades como novas armas, mapas e personagens. No trailer apresentado, a Bethesda deixa bem clara as pretensões dela de fazer do título um ícone dos jogos competitivos da atualidade, como seu antecessor foi no passado. Quake parece um jogo incrível e frenético, mas a concorrência hoje em dia é muito maior. O sucesso desta empreitada, só o tempo dirá.

Com a data escolhida a dedo, The Evil Within 2 será lançado em 13 de outubro, uma sexta-feira! Embora tenha sido alvo de críticas por problemas de desempenho e falta de coerência na narrativa, The Evil Within deu um primeiro passo em direção a um retorno do gênero survival horror, misturando combate inclemente, pouca munição e um clima sombrio e grotesco. A continuação dá sequência na história do detetive Sebastian Castellanos e o trailer – ao som de uma versão sinistra de Ordinary World, do Duran Duran – promete uma atmosfera ainda mais surreal.

Como o melhor fica para o final, a Bethesda fechou sua conferência com o divertidíssimo trailer do novo Wolfstein II: The New Colossus. Com lançamento previsto para 27 de outubro, o título coloca o jogador no centro de um Estados Unidos dominado por nazistas, com uma combinação de personagens improváveis (incluindo uma mulher grávida de gêmeos e um soldado que usa LSD e conversa com uma criatura imaginária) se unindo em prol de uma revolução. Com temas que podem ser controversos, como roupas da KKK e soldados nazistas elogiando o “rosto bastante ariano” do personagem, The New Colossus promete um clima bem-humorado e non-sense e rende o trailer mais bizarro da E3.

Uma Ausência Bem Sentida

Com pouco mais de 40 minutos e uma novidade para cada franquia, a Bethesda E3 Showcase termina com uma ausência: nenhum RPG anunciado. Segundo rumores, este seria Starfield, uma espécie de Fallout no espaço, mas nada foi mencionado durante todo o evento.

Ainda assim, com o clima divertido e direto ao ponto, a empresa não decepcionou e ofereceu um pouco de tudo (ou quase) para seus fãs. A curta duração da conferência foi um ponto positivo, evitando que ela ficasse cansativa, com o adicional de várias datas de lançamento para ainda este ano.

Designer por profissão e gamer de coração, Raphael é apaixonado por jogos que sejam imersivos e permitam que ele se esgueire por trás de seus inimigos, eliminando-os de forma silenciosa e impiedosa.