Nintendo Playstation Review Xbox

Review: Mega Man 11 Ele é puro aço... e está mais em forma do que nunca!

Você pode não saber o significado do subtítulo desse review, mas os fãs brasileiros do “Blue Bomber” certamente sabem que ela remete a abertura do desenho em português, que foi transmitido pelo SBT nos anos 90. E sim… Mega Man 11 é PURO AÇO!

O jogo é exatamente aquilo que os fãs esperavam de um novo caminho para a série. Esqueça o problemático Mighty No. 9… esqueça até Keiji Inafune! A Capcom trabalhou muito bem no jogo e você pode confiar: Mega Man 11 é o melhor Mega Man dos últimos 20 anos! Não que Mega Man 9 e Mega Man 10 sejam ruins, longe disso, mas Mega Man 11 é tudo o que a gente queria. E a espera foi longa, já que são mais de 8 anos desde o lançamento de Mega Man 10.

A história é a de sempre… Dr. Wily apronta mais uma das suas, Mega Man tem que derrotar os oito robôs que foram abduzidos e seguir o caminho no Castelo de Wily até derrotar o vilão novamente.

O jogo

O maior diferencial do jogo em relação aos antigos é a criação de um sistema chamado “Double Gear”. São habilidades novas que Mega Man pode usar para aumentar o poder de tiro, melhorando a potência do Buster, e até a potência das armas especiais (Power Gear), aumentar a velocidade de Mega Man (Speed Gear), e nesse caso usaram-se da bela tática de diminuir a velocidade dos inimigos e manter a do Mega Man, ou os dois ao mesmo tempo quando a sua vida está baixa (Double Gear), que aumenta o poder de tiro e a velocidade no mesmo instante. Porém esses efeitos duram pouquíssimo tempo e demoram bastante para poderem ser utilizados de novo, mas é tudo muito bem balanceado para que o personagem não fique “over powered” demais! Saber o momento certo de usar as novas habilidades é crucial.

A jogabilidade é perfeita. Você realmente sente que está jogando Mega Man e isso é exatamente o que a gente espera quando joga Mega Man. Saltos difíceis, muitas armadilhas, o timing para alguns obstáculos precisa ser perfeito… e muitas, muitas mortes. Mesmo!

Entre uma fase e outra é possível compra itens numa espécie de shopping que o Dr. Light oferece. Lá existem upgrades para o Mega Man e uma infinidade de itens que irão ajudar durante a jornada, os sub-tanks E estão a venda e são importantíssimos, assim como os novos W (para as armas) e M que recarrega tanto a vida quanto as armas especiais ao mesmo tempo. No meu caso, seria impossível terminar o jogo sem comprar alguns desses itens.

Além do modo história convencional, o jogo ainda oferece os Challenges já conhecidos da série. Jogar contra o relógio, dar a menor quantidade de pulos possíveis ou a menor quantidade de tiros são alguns deles. Mas os Trials do Dr. Light são os mais enlouquecedores dos desafios desse modo. São duas fases com 30 áreas super difíceis que vão deixar até os maiores fãs de Mega Man com vontade de jogar o controle do videogame na tela da TV. Frustrante para alguns… desafiante para outros.

Os troféus/conquistas do jogo são bem balanceados, mas conquistar todos eles não será uma tarefa fácil e aposto que serão pouquíssimos os jogadores que conseguirão platinar/fazer 1000G nesse jogo. É algo realmente feito para os fãs mais dedicados da série.

Os gráficos em 2,5D são lindos e a modelagem 3D dos personagens é impressionante. As fases tem um nível de dificuldade bem elevado no modo normal, como já é padrão da série desde sempre, porém elas são mais longas que o habitual da série mas sem serem cansativas ou chatas já que a criatividade dos japoneses é exibida de várias formas durante o desenrolar das telas. Fico pensando onde eles arrumam tanta criatividade para criar essas fases. Cada estágio, além de temático, reflete um pouco da personalidade de cada um dos robôs inimigos com detalhes muito bem colocados em vários momentos.

Os detalhes dos robôs inimigos são fantásticos, além da quantidade absurda de falas dos mesmos durante as batalhas. Cada um com sua personalidade, cada um com suas expressões e preferências na hora de usar suas armas. Ah… eles também usam o sistema de “Double Gear” e mudam drasticamente durante as batalhas, o que deixa o jogo ainda mais legal e desafiador, já que é necessário mais de uma estratégia para acabar com os chefes de fase

Muitos inimigos antigos também estão presentes e serão facilmente reconhecidos durante o caminho até as fases finais… mas nada se compara ao chefe da primeira fase do Castelo de Wily! Confesso que fiquei com vontade de gritar quando cheguei até lá. Não darei spoilers!

Veredito

Mega Man 11 é um excelente jogo de ação, como não víamos há algum tempo, mas pode causar muita frustração nos jogadores mais novos por conta da dificuldade em alguns momentos. Jogadores já habituados com a série vão se divertir como sempre e ainda vão se deliciar por conta do clássico repaginado.

Vale a compra!

Prós:
– É Mega Man. É puro aço!
– Sistema Double Gear é fantástico e balanceado.
– Gráficos impressionantes para a série.
– Criatividade dos produtores é imensa.
– Jogabilidade perfeita e desafios na medida para jogadores mais experientes.

Contras:
– Pode ser um pouco frustrante para novos jogadores.

Mega Man 11 foi lançado hoje (02/10/2018) para Nintendo Switch, PS4 (versão testada) e Xbox One. Testamos e avaliamos o jogo a pedido da Capcom, que nos enviou uma cópia para review.

Jornalista, pai do Joaquim, marido da Carol, gamer… realizando um sonho aqui no Doze Bits!

O melhor Mega Man dos últimos 20 anos!

Fãs do Blue Bomber entrarão em frenesi!

11