PC Playstation Review Xbox

Review: Far Cry 5 Tiro, porrada e coral de vozes celestiais no coração da América.

O risco de toda franquia longa é começar a desgastar suas próprias vantagens e enfatizar suas fraquezas e não é qualquer uma que chega ao número 5 (desconsiderando, inclusive, um jogo não numerado da série). Far Cry 3 foi o ápice – com o vilão Vaas (interpretado pelo ator Michael Mando) ganhando merecido destaque. Entretanto, Far Cry 4 já me dava a sensação de algo requentado, em uma tentativa de repetir as sensações trazidas pelo título anterior, ao ponto de que sequer tive interesse em jogar Far Cry: Primal, lançado pouco tempo depois.

Mas Far Cry 5 renovou minha empolgação com a série – principalmente depois do incrível Assassins’ Creed: Origins ter reavivado uma outra franquia desgastada da Ubisoft. Será que o título entrega esta renovação?

Continue lendo

Análises Mobile Nintendo PC Playstation Review Xbox 2

Review – Dandara Você não pode andar, mas não sentirá falta

A primeira vez que vi Dandara, jogo desenvolvido pelos brasileiros da Long Hat House, fiquei muito impressionado com a beleza gráfica do pixel art deste Metroidvania com inspirações na cultura brasileira, mas fiquei preocupado com sua jogabilidade. O trailer de revelação nos trouxe uma personagem que não pode andar e deve se mover somente saltando entre o chão, as paredes e o teto. Em poucos minutos de jogo controlando a ágil heroína, essa preocupação se desfez.

Continue lendo

Playstation Review

Review – Horizon: Frozen Wilds (DLC) Gelo e fogo se encontram na terra dos Banuk

Qualquer tecnologia suficientemente avançada é indistinguível de magia” – Arthur C. Clarke.

Frozen Wilds, a nova expansão de Horizon: Zero Dawn leva o jogador ao território dos Banuk, uma tribo que – diferente de todas as outras – busca a harmonia com as máquinas, decorando seu próprio corpo e ambiente com pedaços delas e louvando com intensidade religiosa tudo que foi deixado pelos antigos. Cercada por caçadas, neve e fé, é no Corte – um território de caça da tribo – que Aloy precisará demonstrar suas habilidades, fazer novos amigos (e inimigos) e desbravar ruínas ancestrais.

Continue lendo

Playstation Review Xbox

Review: Assassin’s Creed Origins A série se reinventa, mostra o início do credo e entrega o melhor jogo da franquia

A série Assassin’s Creed foi lançada em novembro de 2008 com muita expectativa e logo se tornou um hit, trazendo vários conceitos novos e gráficos realistas para o início da geração de consoles que contava com PS3 e 360. Desde então a série contou com praticamente um jogo por ano, e entre altos e baixos, nos apresentou diversas épocas de nossa história, mesclando de forma interessante o desenrolar da batalha entre templários x assassinos com a de inúmeras personalidades reais da história da humanidade, tudo com muita liberdade poética, claro.

Continue lendo

PC Playstation Review Xbox

Review – Terra Média: Sombras da Guerra Do jogo de ação de mundo aberto ao Clash of Mordor

Terra Média: Sombras de Mordor é um dos meus jogos favoritos do início da geração, misturando elementos diversos – o combate freeflow da série Arkhan, o deslocamento parkour de Assassin’s Creed e furtividade – em um pacote coeso. Coroe isto com o fascinante universo de J.R.R. Tolkien e o inovador sistema Nêmesis e o resultado é um dos títulos mais marcantes do início da era Playstation 4 e Xbox One (esqueça a existência da limitadíssima versão para PS3 e X360).

Mas muita coisa mudou de 2014 para cá, com diversos jogos de mundo aberto abandonando clichês antigos e elevando o patamar no qual o gênero é avaliado. Será que Terra Média: Sombras de Mordor segue esta tendência e se moderniza ou fica preso ao seu próprio passado?

Continue lendo

PC Playstation Review que Ninguém Viu Xbox

Revisitando a nova galáxia de Mass Effect: Andromeda Será que vários patches e o efeito do tempo revelam um jogo mais promissor?

Como um grande fã da trilogia original, as pesadas críticas sobre os problemas técnicos de Mass Effect: Andromeda me afastaram do jogo em seu lançamento e fizeram com que eu priorizasse outros títulos surgidos na época. Entretanto, com o jogo sendo disponibilizado no EA Access e em diversas prateleiras de usados, achei que era hora de ver como o tempo havia tratado o título e descobrir se a grande quantidade de patches lançados para ele ajudaram a revelar uma joia bruta.

Continue lendo

Nintendo Playstation Review Xbox 2

Review: Just Dance 2018 A Ubisoft quer que você continue dançando, mas...

Just Dance é uma série cada vez mais difícil de avaliar. Se você não é, de verdade, um grande fã da série, dificilmente você será capaz de dizer as diferenças entre os jogos dos últimos 3 anos. Isso pode ser muito bom, já que cada vez mais jogadores aparecem em eventos como o Brasil Game Show e passam horas em frente ao mundo colorido e de sons alucinantes que é o jogo.

Continue lendo